Inicialmente desenvolvida como um projeto universitário em 1999, a Freenet não parou de evoluir. Agora Huphanet, essa rede peer-to-peer anônima e descentralizada está redefinindo as regras do jogo em termos de liberdade de expressão e proteção de dados. Essa transformação é um grande passo à frente, com funcionalidades aprimoradas que atendem às necessidades atuais de segurança e confidencialidade on-line.

O que é a Hyphanet?

A Hyphanet, sucessora da Freenet, é uma rede totalmente distribuída que oferece uma plataforma de publicação anônima e resistência à censura na Internet. Sua estrutura exclusiva é baseada no armazenamento de dados distribuídos nas máquinas dos usuários, garantindo a descentralização completa.

A Hyphanet funciona compartilhando o espaço de armazenamento dos usuários, onde os dados são armazenados de forma criptografada.

Além de seu sistema de armazenamento seguro e distribuído, a Hyphanet oferece um modo de conexão chamado Opennet. O Opennet simplifica o acesso à rede Hyphanet, tornando-a facilmente acessível até mesmo para aqueles que não conhecem as redes peer-to-peer (P2P).

O Opennet é um modo operacional dentro da Hyphanet em que os usuários podem se conectar facilmente com outros nós (ou computadores) na rede. Essas conexões são feitas aleatoriamente, sem a necessidade de links pré-estabelecidos entre os usuários. Isso torna a experiência do usuário mais simples e mais acessível, especialmente para aqueles que não estão familiarizados com redes P2P anônimas.

Comparação com o Tor

É difícil não associar a Hyphanet ao Tor. No entanto, a diferença entre a Freenet e a rede onion está principalmente em seus objetivos e mecanismos operacionais. Aqui estão os principais pontos de distinção:
Objetivo principal

Tor: o principal objetivo do Tor (The Onion Router) é permitir o anonimato on-line, ocultando a identidade do usuário (seu endereço IP) ao acessar a Internet. Ele é amplamente usado para acessar a Internet normal de forma anônima.

Freenet: a Freenet tem como foco principal a publicação anônima e a resistência à censura. Seu objetivo é criar um espaço onde as informações possam ser compartilhadas livremente, sem medo de censura ou vigilância.

Como funciona

Eles operam de forma muito semelhante e são administrados por voluntários.

Tor: o Tor roteia o tráfego da Internet por meio de uma série de retransmissores, sendo que cada retransmissor conhece apenas a identidade do retransmissor anterior e do seguinte. Esse método dificulta o rastreamento do tráfego até sua origem.

Freenet: a Freenet usa um sistema de armazenamento distribuído para armazenar dados criptografados. Os usuários contribuem com o espaço de armazenamento e a largura de banda da rede, e os dados são armazenados em vários computadores da rede.

Acesso ao conteúdo

Tor: permite que os usuários acessem a Internet normal, bem como a dark web por meio de sites “.onion”. Esses sites só podem ser acessados por meio da rede Tor.

Freenet: Os usuários acessam conteúdo especificamente colocado on-line na rede Freenet. Não é um meio de acessar a Internet global.

Anonimato e segurança

Tor: embora o Tor ofereça um alto grau de anonimato, ele foi projetado principalmente para mascarar a origem das solicitações da Internet, não para armazenar dados.

Freenet: oferece anonimato tanto para editores de conteúdo quanto para usuários, com ênfase na resistência à censura e na disponibilidade de dados.

Utilização

Tor: frequentemente usado para contornar o bloqueio de sites, para navegação privada e para acesso anônimo a serviços on-line.

Freenet: usada principalmente para compartilhar arquivos, comunicar-se e publicar conteúdo anonimamente, especialmente em regiões onde a liberdade de expressão é restrita.

Enquanto o Tor é a ferramenta preferida para navegar anonimamente na Internet, a Hyphanet é especializada em compartilhamento de arquivos e comunicação segura dentro de sua própria rede. Ao contrário do Tor, a Hyphanet não fornece acesso direto à Internet global, mas cria um espaço separado para trocas seguras e anônimas.

Para saber mais: Podemos confiar no Tor?

Vantagens da Hyphanet

Anonimato e segurança de dados aprimorados

A Hyphanet oferece um alto nível de anonimato graças ao seu sistema de armazenamento de dados distribuído e criptografado. Portanto, ela protege a identidade de seus usuários e garante a segurança das informações trocadas.

Resistência à censura e à vigilância

Projetado para resistir à censura e à vigilância, o Hyphanet permite que seus usuários compartilhem e acessem informações com total liberdade, mesmo em ambientes restritos.

Plataforma descentralizada para maior resiliência

Como uma rede peer-to-peer descentralizada, a Hyphanet tem menos probabilidade de ser afetada por pontos únicos de falha, o que a torna mais resistente a tentativas de bloqueio ou ataque.

Acesso gratuito e aberto

A Hyphanet é de código aberto e gratuita, o que significa que qualquer pessoa pode fazer o download e usá-la gratuitamente. Essa abordagem garante um acesso justo e democrático ao dispositivo.

Compatibilidade entre plataformas

O Hyphanet foi projetado para ser compatível com vários sistemas operacionais, incluindo Windows, macOS, Linux e até mesmo Android, tornando-o acessível a uma ampla gama de usuários.

Desvantagens da Hyphanet

Interface de usuário desatualizada

Uma das desvantagens notáveis da Hyphanet é sua interface de usuário, que pode parecer ultrapassada, especialmente para os padrões modernos. Com uma estética e facilidade de uso que lembram as tecnologias do início dos anos 2000, os novos usuários podem achar a experiência menos intuitiva e mais complexa do que a oferecida por plataformas mais recentes.

Dependência da participação do usuário

A Hyphanet depende quase inteiramente da participação ativa de seus usuários voluntários para manter a rede em funcionamento. Cada nó, ou usuário, contribui para a saúde geral da rede ao compartilhar recursos como largura de banda e espaço de armazenamento. Se a participação do usuário for baixa, isso pode afetar a disponibilidade e o desempenho da rede. E esse é frequentemente o caso.

Velocidade de conexão e download

Outra desvantagem da Hyphanet é a velocidade de conexão e download, que pode ser relativamente lenta. Devido à sua natureza descentralizada e ao complexo roteamento de dados para manter a confidencialidade, os usuários podem experimentar velocidades mais baixas do que nas redes convencionais, o que pode ser um obstáculo, especialmente ao fazer download de arquivos grandes.

Legalidade e responsabilidade

A Hyphanet é legal, mas, como qualquer ferramenta tecnológica, deve ser usada com responsabilidade. Os usuários devem estar cientes das leis locais e evitar usá-la para fins ilegais.

Os provedores de serviços de Internet podem observar padrões de tráfego que podem indicar que você está usando o Hyphanet, por exemplo, conexões com endereços IP conhecidos como nós do Hyphanet ou padrões de tráfego característicos de redes P2P. Embora o tráfego da Hyphanet seja identificável, seu conteúdo específico é criptografado.

Considerações finais

O Hyphanet ocupa uma posição notável na gama de ferramentas de privacidade on-line, oferecendo uma alternativa para aqueles que buscam navegar e compartilhar informações em um espaço seguro e anônimo. No entanto, apesar de seus muitos recursos, o Hyphanet continua sendo relativamente pouco usado, fato que levanta uma série de questões e reflexões.

Um dos aspectos mais opacos da Hyphanet é a falta de transparência em relação ao número e ao envolvimento de seus voluntários. Ao contrário de projetos de código aberto mais populares, em que a comunidade e suas contribuições são geralmente visíveis e bem documentadas, o Hyphanet parece operar com certa discrição. Essa opacidade pode levantar dúvidas sobre a viabilidade da rede a longo prazo, a regularidade das atualizações e a capacidade do projeto de se adaptar aos novos desafios tecnológicos e de segurança.

Além disso, o surgimento da Hyphanet faz parte de uma era mais ampla de descentralização, na qual o controle e o gerenciamento de dados são distribuídos em vez de centralizados. Essa tendência à descentralização é cada vez mais vista não apenas como um meio técnico de proteger as informações, mas também como uma filosofia e um movimento em direção a uma maior autonomia e resiliência diante de entidades centralizadas e potencialmente intrusivas.

A questão da descentralização, portanto, vai além da segurança cibernética e aborda questões mais amplas de governança, liberdade individual e resistência à vigilância em massa. Nesse contexto, ferramentas como o Hyphanet são mais do que apenas recursos técnicos; elas representam uma forma de contrapoder no cenário digital, defendendo os princípios de confidencialidade e liberdade de expressão.

Lucas Ribeiro Almeida
Lucas Ribeiro Almeida

Expert em VPN e segurança digital, revelando os segredos das redes privadas virtuais para uma navegação segura e privada.